Organiza as tuas fotos

Quantas tentativas já fizeste para organizar as tuas coleções de fotos? Tens fotos da tua infância ainda em caixas, vários álbuns de família de tamanhos diferentes e envelopes dispersos com fotos tiradas na escola? Em vez de uma viagem pelas tuas memórias tens apenas dados soltos que não  encaixam. Se este for o teu caso, estas 6 dicas vão ajudar-te a transformar a confusão numa coleção que podes desfrutar e partilhar.

Mantém a calma e concentra-te
As tuas fotos devem honrar as tuas memórias, livra-te dessa pilha sem nexo que ocupa e desorganiza o teu espaço. Como em qualquer projeto de organização, não tentes fazer tudo de uma vez. Dedica entre meia a uma hora por dia, ou então, uma caixa de cada vez. Pouco a pouco os resultados começam a surgir.

Regra de ouro: sê prática
Deita fora as fotos duplicadas, as de pessoas ou eventos que nem te lembras, as que são todas iguais ou de um mesmo evento mas em diferentes poses.
Mantém apenas as imagens que melhor documentam a tua experiência em determinado evento. Esta abordagem pode parecer um pouco fria, mas compensa, pois vais descobrir preciosidades há muito perdidas no meio de muito lixo.
Começa por ordenar por categorias: a manter, deitar fora, dar de presente e digitalizar.

Regra de ouro: sê emocional
Ser prática ajuda-te a organizar. Ser emocional ajuda-te a selecionar. Segue o teu instinto, se a foto meio desfocada é a que melhor capta a sensação daquele momento, então é essa que deve ficar. A tua coleção deve transmitir-te emoção e não apenas poses muito bonitinhas mas sem sentimento.

Não gostas de ver fotos tuas
Classificar fotos de nós próprias pode ser complicado.  Mas lembra-te, se queres guardar as fotos para os teus filhos tens que ser emocional, mantém apenas as que mais gostas.

E se mais alguém as quiser
Se achas que mais alguém vai querer escolher algumas das fotos que tens em casa, o melhor é perguntares e mostrares já. Não corras o risco de as guardares durante mais uns anos. A ideia é livrares-te da confusão e não mantê-la mais tempo.

Algumas das fotos não remetem para momentos felizes
Se algumas fotos que tens desenterram memórias infelizes, considera ficar com elas apenas se para ti é importante que a tua coleção se mantenha fiel à tua vida. Se achas que esses momentos devem ser definitivamente encerrados, livra-te delas.

A tua coleção de fotos deve ser algo que te traz alegria, uma crónica de pessoas e experiências que queres lembrar. É importante terminares desde já com a confusão, desbastar o que está a mais para mais facilmente sobressaia o que é importante.


Assim que a tua coleção esteja selecionada, estás pronta para passar á segunda fase: um sistema de arrumação que te permita desfrutar e partilhar as tuas memórias.

Mensagens populares