sábado, 26 de julho de 2014

Dica da semana - sobras de papel de parede



Se te sobrou papel de parede, aproveita-o e forra o interior dos armários, gavetas ou  uma caixa arquivadora para colocares na estante. Fica lindo!

Fotos: Pinterest


quarta-feira, 23 de julho de 2014

Maçã assada



   
Esta é uma típica sobremesa fácil, rápida e deliciosa! Acrescentando uns ingredientes que conferem muito sabor obtemos uma sobremesa mais requintada. 

Ingredientes:
Maçãs reineta
Canela em pó
Vinho do Porto
Açúcar
Água

Preparação:
No fundo de uma assadeira coloca duas colheres de sopa  de açúcar dissolvidas em cinco colheres de sopa de água.  Coloca as maçãs com casca, lavadas e sem a parte central (pelo menos 1 por pessoa - por precaução ponho sempre mais umas quantas, pois ficam tão boas que há sempre quem repita).
Em cada maçã coloca uma colher de sopa de açúcar, polvilha com canela e rega com duas colheres de chá de vinho do Porto.

Leva ao forno até as maçãs estarem assadas, mas consistentes.
Com esta receita ficas com um caramelo delicioso na assadeira. Quando servires as maçãs rega com o caramelo e hummm….

domingo, 20 de julho de 2014

Segredos para organizar a cozinha


O grande segredo para conseguires manter a cozinha arrumada é:  guarda apenas o que realmente precisas.

Ter menos tem grandes vantagens:
É mais fácil ter tudo arrumado e disponível
É mais fácil limpar
É mais higiénico, pois tens menos locais onde a sujidade, a humidade e as bactérias se podem acumular.

Pelo menos uma vez por ano, é boa ideia esvaziares todos os armários e gavetas da cozinha e verificares o seu conteúdo.Deves questionar: Há quanto tempo não uso? Está em bom estado? Serve-me para cozinhar de forma saudável?

Quando ficares apenas com o essencial, que vais fazer com o que sobra?

  • Podes vender. Pequenos eletrodomésticos, panelas e todo o tipo de objetos de cozinha podem ser vendidos com alguma facilidade se os colocares a bom preço.
  • Podes oferecer, a amigas que precisem.
  • Podes doar a quem precisa ou à paróquia perto de tua casa.
  • O que estiver em mau estado, o melhor é deitares no lixo.

E agora que ficaste apenas com o essencial tem em mente duas ideias fundamentais:
   Guarda cada coisa onde a utilizares.
   O que mais usas, sempre à mão

Guarda cada coisa onde a utilizares

Espaço de refeições
Se fizeres as refeições na sala, o melhor é teres os pratos, talheres, copos, travessas, e outros num aparador junto à zona de refeições. Assim poupas deslocações à cozinha quando pões a mesa ou quando precisas de alguma coisa. Se a zona de refeições é na cozinha, então o melhor lugar para os pratos e talheres e restantes elementos é junto da mesa.

Despensa
O mais prático é que a despensa (pode ser um armário) esteja perto do frigorífico e também da zona de preparação dos alimentos. Os alimentos têm uma importância enorme na nossa saúde, como tal  deves guarda-los num local limpo e organizado. Nunca guardes no mesmo local alimentos e produtos de limpeza.


Espaço de preparação
O melhor lugar para preparares os alimentos é perto do lava loiça. Os utensílios que usas na sua preparação (tábuas de corte, facas, etc…)convém que estejam todos apenas  num local.



Espaço de elaboração
Este é o lugar certo para guardares por perto as panelas, tachos, utensílios de cozinha e tudo o que necessitares para cozinhar.

O que mais usas sempre à mão…
O inverso também se aplica: o que usas pouco, podes guardar nos sítios menos acessíveis.
O que usas menos: uma panela que usas apenas no Natal, até pode ser guardada fora da cozinha. Torna-se mais prático envolve-la em papel ou num pano limpo, coloca-la numa caixa e guardá-la num armário ou lugar da casa que tenhas destinado a objetos  necessários mas de pouco uso.
O que usas mais, mas mesmo assim com pouca frequência, podem ser colocadas nos armários menos acessíveis da cozinha – os mais altos e os mais baixos. Uma dica: coloca as peças mais pesadas nos armários de baixo, as mais leves, nos mais altos.
As panelas e utensílios que usas diariamente devem estar bem organizados e muito, muito à mão, isto é, nas gavetas e armários que podes aceder sem necessidade de fazer grandes esforços para lá chegar. Na bancada não deves colocar mais que duas ou três coisas, pois fica facilmente desarrumado e torna-se mais difícil de limpar.

Organizar o frigorífico
O frigorífico merece uma atenção especial. A melhor solução: compra uma boa quantidade de recipientes de vidro (é mais saudável e ecológico que o plástico) de dois ou três tamanhos – pequeno, médio e grande. Não uses sacos de plástico. Este sistema torna-se excelente porque:

Mantém tudo arrumado e organizado visualmente.
Tudo estará à vista, com um só olhar consegues localizar muito facilmente o que procuras
Alimentos com validades curtas devem ser mantidos tapados. Se pretendes guardar peixe ou carne deves colocar uma rede por baixo de forma a que os líquidos que libertam não entrem em contacto com o alimento.

Organizar as gavetas dos utensílios
É normal que as gavetas tenham separadores, algumas já os têm e origem mas nem sempre se adaptam às tuas necessidades. Para que tudo fique organizado, vale a pena dedicar umas horas a pensar bem no que tens, no que mais usas e como será mais fácil a sua arrumação.
Revê a posição dos separadores se for possível para que se tornem mais práticos.


Organizar as gavetas ou armário das panelas e tachos
Panelas, woks e tachos devem ser guardados em grandes gavetões. Mas não te esqueças de te desfazeres do que não usas. Um exemplo muito comum é comprares um tacho novo porque o anterior está estragado, no entanto na hora de guardar ficas com o novo e com o antigo. Ter uma pilha de tachos em que apenas usas uns poucos é mais habitual do que julgas. O melhor é deitar fora os estragados. Convém comprar sempre artigos de qualidade (panelas e tachos de aço inoxidável, sertãs e Woks de ferro) pois duram mais.



Que parte da tua cozinha de custa mais a por em ordem? Tens outras soluções que possam ajudar as outras leitoras?

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Dica da semana: Bonecos sempre arrumados


Bonecos sempre arrumados: 
  • Uma sapateira atrás da porta é uma boa opção para guardar as bonecas.



quarta-feira, 16 de julho de 2014

Frango no forno com citrinos



Fácil de preparar e com um sabor maravilhoso.

Ingredientes:
1 frango em pedaços
6 dentes de alho
2 colheres de sopa de manteiga
1 limão
1 laranja
1 dl de vinho branco
1 dl de azeite
1 colher de café de colorau
1 colher de sobremesa de oregãos
sal qb

Preparação
Liga o forno a 190ºC. Coloca o frango num tabuleiro e tempera com sal, alhos esmagados, a manteiga, o limão e a laranja cortados em gomos (com casca).
Rega com o vinho e azeite e polvilha com o colorau e os orégãos.
Leva aos forno cerca de 40 minutos. Vira de vez em quando.

sábado, 12 de julho de 2014

Organiza os teus papeis: truques fáceis e … bonitos



Faturas, contratos, contas…Os documentos devem ser guardados entre 1 a 4 anos. Guarda num único local e organiza por temas. Mas fá-lo da maneira mais decorativa.

Um sítio para cada coisa
Destina um armário ou um espaço na estante para guardares faturas e documentos. Para evitares que se acumulem por toda a casa, o ideal é reuni-los num único móvel e seres constante na sua arrumação. Estabelece um dia por semana para organizares a correspondência e guardar os recibos, usa pastas arquivadoras ou dossiers para os agrupares por tema.
Em cima: Coloca o que usas poucas vezes como álbuns de fotografias, livros de viagens ou caixas.
Ao meio: Guarda as pastas com os documentos já arquivados (banco, trabalho, médicos…).
Em baixo: A papelada a tratar e as faturas por arquivar. Assim tens tudo disponível para consultar e tratar.
Em gavetas e armários: Guarda em zonas fechadas os documentos importantes como as escrituras e contratos.



Tudo com uma etiqueta
Escolhe pastas arquivadoras todas iguais, para que visualmente fique tudo mais arrumado. Para saber que papeis guardas em cada uma  coloca etiquetas. Podes fazê-las em cartão ou cartolina e decorá-las a teu gosto.

Reduz: Digitaliza os documentos e usa a internet
Podes consultar o extrato do banco on line, assim como algumas faturas e recibos. Assim, reduzes o número de papeis em casa e contribuis para um ambiente melhor.
Guarda uma cópia digital dos documentos que consultas on line, pelo menos durante uns tempos. Cria pastas no computador, ordena-as por tema e ano, podes fazer uma cópia de segurança num CD.
Usa o scanner para digitalizares os documentos que ainda recebes em papel, assim reduzes o volume de papeis em casa.


Não guardes tudo
Assim que recebes uma fatura no correio deita fora o envelope e a publicidade que contém. Assim reduzirás a pilha de papeis.

Papeis em ordem em 3 passos
Um bom sistema de arquivo evita que os papeis se acumulem:
Um quadro: Para os assuntos em curso. Coloca-o num sítio visível para que não te esqueças de pagar nenhuma conta ou da consulta que marcaste.

Arquivadores: Assim que tiveres a conta paga, guarda os documentos mais recentes (últimos 12 meses) num arquivador. Coloca-o numa prateleira de fácil acesso para que coloques os novos documentos com facilidade.

Etiqueta por temas: Usa etiquetas por temas para colocares nas pastas (escola, banco, médico, casa…). Se têm separadores interiores tudo fica mais organizado, se as pastas são todas iguais o resultado decorativo é melhor.
Fotos: Pinterest

quinta-feira, 10 de julho de 2014

Dica da semana: cabides ao contrário

Vira todos os cabides ao contrário. Quando usas uma peça, coloca-a num cabide pendurado corretamente. Se no final do ano se ainda tiveres cabides ao contrário é porque não usas a peça de roupa que o cabide suporta. Doa-a a quem precisa. 

Foto: Pinterest

terça-feira, 8 de julho de 2014

Chips de Banana


Para quem gosta de um snack, mas detesta as calorias extra que têm.
Esta receita é para chips de banana, mas podem ser de outras frutas, como por exemplo de pêra.

Preparação:
Corta a banana em rodelas finas, pincela com uma gotas de azeite e leva ao forno a 180ºC durante 20 minutos.
São uma delicia saudável e ligeira.

As fotos que apresento não são de minha autoria, foram retiradas do pinterest.

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Regras de ouro para um roupeiro eficiente

Mais espaço para pendurar
Se o teu roupeiro apenas tem uma barra para cabides, maximiza o espaço instalando mais uma prateleira e outra barra por baixo. Assim conseguirás dois níveis para pendurar peças que sejam curtas como saias, calças e outras. Reserva sempre um espaço em apenas esteja uma barra para que tenhas cumprimento suficiente para os casacos e vestidos.
Prateleiras ajustáveis
Opta por prateleiras amovíveis em vez de fixas. Assim é mais fácil para que se ajustem às tuas necessidades.


Base do roupeiro
Usa a base do roupeiro para colocares cestos, assim terás espaço para colocares os acessórios. Pequenos objetos devem ser guardados em caixas ou cestos, todos juntos e classificados por categorias.

Conveniência e otimização
Peças mais pesadas devem ser colocadas em baixo, os artigos que usas raramente devem estar num nível superior. Se conseguires ter um banco ou cadeira perto do roupeiro, será mais fácil teres acesso às zonas mais altas quando necessário. Se não tiveres espaço coloca um pequeno banco dobrável dentro do roupeiro.

Ilumina
Se o roupeiro é escuro, terás mais dificuldade em localizar o que precisas. Existem luzes led que podes instalar na parte inferior das prateleiras.

Aproveita o espaço
Usa todo o espaço disponível. Usa as portas para instalar um espelho e cabides.

Seleciona com frequência
Se queres um roupeiro funcional e otimizado limpa-o e seleciona a roupa que realmente usas a cada seis meses – aproveita as mudanças de estação. Aproveita não só para escolheres a roupa, mas também para  reveres o estado das prateleiras, dos cabides, dos cestos…renova o que for necessário, deita fora o que está estragado e sem uso.

Fonte:El mueble
Fotos: Pinterest