terça-feira, 9 de setembro de 2014

Regresso às aulas: 7 boas dicas




O regresso às aulas em minha casa é uma verdadeira aventura! Sou mãe de dois em idade escolar.
O regresso à rotina implica mudança, organização, compra de material, fardas, preparação de lanches, trabalhos de casa para controlar, roupa preparada…uma azafama infindável de tarefas.

Partilho regras simples para atravessar esta época com mais tranquilidade:

- Começa a introduzir a rotina alguns dias antes: durante as férias os horários são mais relaxados, mas a volta à escola implica acordar e deitar cedo. Começa a impor os horários alguns dias antes, assim toda a família começa a entrar na rotina e no dia primeiro dia de aulas não será tão difícil.

- Organiza o roupeiro das crianças: Seleciona as roupas que servem e estão em condições das restantes. Doa as que estão em condições mas não servem, deita fora o que já não presta. Assim ficas com uma ideia clara do que as crianças precisam. Um roupeiro limpo e arrumado facilita a rotina das manhãs atarefadas.



- Reduz os gastos: a compra de manuais e material escolares implica um gasto de grande impacto nas finanças familiares. Antes de comprar pesquisa, é possível comprar manuais escolares com descontos razoáveis. Também no material escolar não precisas de seguir todas as modas, existem sempre opções a vários preços. Se possível, não leves as crianças às compras.

- Reutiliza material escolar que sobrou do ano anterior e que se encontra em boas condições, mochilas, canetas, lápis de cor…

- Primeiro dia de escola: É importante que os pais acompanhem os filhos neste dia tão importante. É normal que a criança se encontre nervosa (e os pais também!), mostra tranquilidade e nada de fomentar dramas!

- Marca o material escolar: Coloca etiquetas nos livros com o nome e a turma da criança, assim os mais distraídos recuperam com facilidade os livros esquecidos.

- Atividades extra curriculares: É importante que a criança tenha uma atividade, deixa-o escolher a sua preferida. Assim ele faz algo que gosta o só lhe faz bem. Mas muita atenção, não o sobrecarregues de atividades e tarefas, pode tornar-se desmotivante. 

Fotos: Pinterest